Páginas

sábado, 19 de outubro de 2013

XINGANDO DE FORMA INTELIGENTE A REPRESSAO DO PERIODO NEGRO DA POLITICA BRASILEIRA


Eu caio de bossa
Eu sou quem eu sou
Eu saio da fossa
Xingando em nagô

Você que ouve e não fala
Você que olha e não vê
Eu vou lhe dar uma pala
Você vai ter que aprender

A tonga da mironga do kabuletê (5x)

Eu caio de bossa
Eu sou quem eu sou
Eu saio da fossa
Xingando em nagô

Você que lê e não sabe
Você que reza e não crê
Você que entra e não cabe
Você vai ter que viver

Na tonga da mironga do kabuletê (5x)

Lá, lá, lá, iá...

Você que fuma e não traga
E que não paga pra ver
Vou lhe rogar uma praga
Eu vou é mandar você

Pra tonga da mironga do kabuletê...

Da mesma forma que Vinicius mandou a Ditadura para "aquele lugar" que todos tinhamos vontade de mandar,ele o fez de forma genial,hoje podemos mandar vereadores,deputados,governantes,presidente,partidos corruptos,juristas descarados,senadores o nosso recado na voz centenária e eterna do poeta de Ipanema...
https://www.youtube.com/watch?v=iiW2ImJLW0c&hd=1
Composição: Toquinho / Vinícius de Moraes · Esse não é o compositor? Nos avise. 

VINICIUS 100

Sociedade Espírita Allan Kardec

Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo.
Deve guardar segredo sem se sacrificar.
Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão.
Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados.
Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar.
Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa.
Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo.
Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários.
Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.
Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos.
Que se comova, quando chamado de amigo.
Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância.
Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade.
Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.
Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo.
Precisa-se de um amigo para se parar de chorar.
Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas.
Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.
Vinicius de Moraes

Procurando um Amigo   Não precisa ser homem, basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração.  Precisa saber falar e calar, sobretudo saber ouvir.  Tem que gostar de poesia, de madrugada, de pássaro, de sol, da lua, do canto, dos ventos e das canções da brisa.  Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor.  Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo.  Deve guardar segredo sem se sacrificar.  Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão.  Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados.  Não é preciso que seja puro, nem que seja todo impuro, mas não deve ser vulgar.  Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa.  Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de amigo.  Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários.  Deve gostar de crianças e lastimar as que não puderam nascer.  Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos.  Que se comova, quando chamado de amigo.  Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações de infância.  Precisa-se de um amigo para não se enlouquecer, para contar o que se viu de belo e triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade.  Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.  Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque já se tem um amigo.  Precisa-se de um amigo para se parar de chorar.  Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas.  Que nos bata nos ombros sorrindo ou chorando, mas que nos chame de amigo, para ter-se a consciência de que ainda se vive.  Vinicius de Moraes

Hoje,o grande poeta faria 100 anos se estivesse entre nós....

Hoje é comemorado o centenário de Vinicius de Moraes!     Faça o teste e descubra qual poema dele você é: http://abr.ai/1aXdKiF    (Via Educar para Crescer)

domingo, 13 de outubro de 2013

MELHOR SOLO DE GUITARRA...

Still Got The Blues

Used to be so easy to give my heart away
But I found out the hard way
There's a price you have to pay
I found out that love was no friend of mine
I should have known time after time

So long, it was so long ago
But I've still got the blues for you

Used to be so easy to fall in love again
But I found out the hard way
It's a road that leads to pain
I found that love was more than just a game
You're playin' to win
But you lose just the same

So long, it was so long ago
But I've still got the blues for you

So many years since I've seen your face
Here in my heart, there's an empty space
Where you used to be

So long, it was so long ago
But I've still got the blues for you

Though the days come and go
There is one thing I know
I've still got the blues for you

Ainda Fico Triste

Costumava ser tão fácil dar o meu coração
Mas descobri do modo mais difícil
Que há um preço que se tem que pagar
Descobri que o amor não era nenhum amigo meu
Eu já deveria saber isto, após tantas vezes

Tanto tempo, foi há tanto tempo
Mas ainda fico triste por sua causa

Costumava ser tão fácil apaixonar-me novamente
Mas descobri do modo mais difícil
Que é uma estrada que leva à dor
Descobri que o amor era mais que apenas um jogo
Você está jogando para vencer
Mas perde do mesmo jeito

Tanto tempo, foi há tanto tempo
Mas ainda fico triste por sua causa

Tantos anos desde que vi seu rosto
Mas aqui no meu coração há um espaço vazio
Onde você costumava estar

Tanto tempo, foi há tanto tempo
Mas ainda fico triste por sua causa

Embora os dias venham e vão
Há uma coisa que sei
Ainda fico triste por sua causa

Composição: Gary Moore ·