Páginas

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

PARABENS RICARDO CHAVES! VOCÊ É "O BICHO" !


Qua , 30/01/2013 às 09:16 | Atualizado em: 30/01/2013 às 09:16

"Carnaval atualmente é chato", diz Ricardo Chaves

Da Redação

Você:


Seu Amigo:


Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com ","(vírgula).

Ex.: nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Máximo 200 caracteres

Imagem de desafio reCAPTCHA

Obter um novo desafio
Obter um desafio de áudioObter um desafio visual
Ajuda

 
Parabens pela sensatez,Ricardo!
Até que enfim alguem de lá de dentro de coragem expôs a realidade que os foliões ignoram ver e que turista não se engana.
 
Trajano
  • Divulgação

    A entrada de novos ritmos na folia baiana também foi criticada pelo músico

O cantor Ricardo Chaves criticou a atual organização do Carnaval de Salvador durante entrevista ao programa Balanço Geral, da Record, na manhã desta quarta-feira, 30.
De acordo com o cantor, a folia está perdendo a cara de festa baiana, o que segundo ele, pode ser apontado como um dos fatores que contribuem para a diminuição do número e turistas na cidade.

"Carnaval de Salvador é de rua, hoje, a rua perdeu importância, o artista que toca no trio é o coadjuvante da festa. E isso não é papo demagógico, eu acho que a gente tem que fazer festa pra quem está na rua, e não para a televisão, essas são umas das coisas que fizeram o Carnaval ficar chato, hoje ele tá chato', dispara.

A entrada de novos ritmos na folia baiana também foi criticada pelo músico, que afirmou se questionar quando vê artistas, que segundo ele, não possuem nenhuma identificação com a festa. "Isso não combina com o Carnaval de Salvador", afirma.

O artista também comentou o motivo dele ficar longes dos trios esse ano. Segundo Ricardo, a organização da fila dos blocos, que é feita através de pagamentos das vagas que determinam a posição do trio na fila e o horário do desfile do bloco, foi um dos motivos que contribuiu para o seu afastamento da folia em 2013. "Esse ano eu tô levantando uma bandeira que me incomoda a muitos anos, todo mundo que sai em bloco paga uma vaga, que eu acho que não deve ser paga por ninguém. Hoje, você encontra gente alugando uma vaga dessas sem critérios, antigamente você alugava o bloco, e não o lugar na fila, isso destoa do Carnaval", desabafa.

De acordo com Chaves, caberia ao Conselho de Carnaval questionar até quando esse esquema de aluguel de vagas está somando a festa. "Não tô reclamando que não tenho vaga para sair, se eu quisesse pagar, eu sairia, eu tôa qui pra dizer que os números mentem, os turistas estão deixando de vir para cá. Se você tá feliz com a festa, comemore, se não, saia na rua com sua faixa de protesto, ano que vem é a gestão efetiva de uma nova adminsitração, é quando as coisas podem mudar". conclui.

 

http://atarde.uol.com.br/carnaval/2013/materias/1481313

Nenhum comentário: