Páginas

terça-feira, 28 de abril de 2009

QUEM NUNCA DANÇOU ESSE FREVO?

cometa mambembe

luiz caldas

Composição: Carlos Moura

Por: Manoel Andrade/BA

Quando a estrela brilhar na cabeleira
E o galope acordar na beira-mar
Bem-te-vi e a canção na goiabeira
Brisa lua no mato pra cheirar

No cometa da guitarra baiana
Ou nas cor da cauda do pavão
Zanzibar, tuaregues e patufás
Andaluzes de gandhi coração

Tenha fé no azul que está no frevo
Que o azul é a cor... da alegria
Num cavalo mambembe sem relevo
No galope de olinda pra bahia

Tenha fé no azul que está no frevo
Que o azul é a cor... da alegria
Num cavalo mambembe sem relevo
No galope de olinda pra bahia

Quando a estrela brilhar na cabeleira
E o galope acordar na beira-mar
Bem-te-vi e a canção na goiabeira
Brisa lua no mato pra cheirar

No cometa da guitarra baiana
Ou nas cor da cauda do pavão
Zanzibar, tuaregues e patufás
Andaluzes de gandhi coração

Tenha fé no azul que está no frevo
Que o azul é a cor... da alegria
Num cavalo mambembe sem relevo
No galope de olinda pra bahia

Tenha fé no azul que está no frevo
Que o azul é a cor... da alegria
Num cavalo mambembe sem relevo
No galope de olinda pra bahia

Nenhum comentário: