Páginas

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

TCHUBIRABIRON

Por Manoel Trajano*

Esta expressão que não tem absolutamente significado nenhum revela como é o carnaval divertido da Bahia. Sem entender e sim sentir na dança,na brincadeira, na folia e na emoção da energia. Mas ao mesmo tempo tem-se o véu da ilusão da festa momesca que faz-se afastar da realidade diária, numa fuga efêmera, que muita vezes explode como a força de um vulcão tapado por uma tampa colocada ali para se fazer esquecer nossa vida dura e sofrida sob as mazelas sociais que muitas vezes se revelam em forma de violência em todas as suas faces tais como socos,estupros,roubos,homicídios que só quem vive de perto pode testemunhar.

Trata-se de uma festa linda e maravilhosa sim, mas ao contrário do que afirma a vontade do povo não é ouvida. Os circuitos tradicionais Barra-Ondina e Centro estão supersaturados. Seu desconforto e violência são contidos pela brutalidade policial e pela vista grossa da maior parte da mídia que não experimenta viver como o folião povão sem cordas apertado vive. Muito menos se ouvem os moradores que tem seu direito de ir e vir cerceados por interesses dos blocos,trios,hotéis e patrocinadores que ignoram as vontades alheias.

As ruas e passeios viram lixo e seu mal cheiro de urina e outros dejetos só saem duas semanas depois por mais que se lavem com carros pipa com espuma. Já se foi o tempo em que a maioria era ouvida. Por que nao se faz uma enquete? Muita gente foge do Carnaval para evitar confusão e ser agredida nas ruas,com medo! Artista de maior renome pouco estão se lixando para o público. Nada contra o Parangolé que faz seu trabalho artístico e com respeito ao público que gosta,embora vejo no seu cantor um exibicionismo físico desnecessário para o que está sendo vendido(música).

Músicas de sentido duplo,obsceno e sensual tornam vulgar o que deveria ser bonito no que se refere a festa.O mesmo vale para as mulheres cantoras de maior renome.É só exposição de corpo que deixa a música como pano de fundo. A música do Chapeuzinho Vermelho ano passado tinha em sua expressão"vou te comer,vou te comer" uma apologia subliminar à pedofilia. Só não entende quem não quer! Esse ano "foge,foge mulher maravilha" traz na letra disfarçada o ato sexual vulgar e sutil. E o que dizer de "toma negona,na boca e na bochecha".Estas ultimas nada tem a ver com o Parangolé que usei como referência. Alguem diz "as crianças adoram" e quem filtras os ouvidos delas?

Saudades de Moraes Moreira,Luiz Caldas,Armandinho,Gerônimo que quando desfilam com seus trios independentes sofridos de patrocínio,nos traz na nostalgia uma viagem no tempo do verdadeiro carnaval de respeito ao público. Jovens hoje não cortejam mais a garota,agarram-na a força através de um estupro bucal.E se recusar,leva um soco na cara.Isso mesmo! Um soco de um infeliz sem educação,sem diginidade,sem vergonha que agride uma mulher. Isso sem falar em tantos que saem em grupo para procurar briga de graça e linchar alguem que anda sozinho.Carnaval se deve andar em grupo. Casais não vão sem a companhia de galera e vários casais.Há covardes nas ruas se divertindo às custas de quem vai parar no Hospital.

Falo com a modesta autoridade de quem trabalhou na Engenharia anos no Carnaval e tem vários contatos na área de saúde,direito,policiamento e infra-estrutura.Já passou da hora do Carnaval sair da area residencial e ir para Paralela,Avenida da França,etc. Chega de falta de respeito.Acorda Prefeito.Acorda Governador. Os interesses desses "artistas de renome" e hotéis não pode ser maior do que o bem estar do povo!

Alem de tudo tem a questão do Meio Ambiente com o lixo urbano e o mar agredidos na folia momesca. A poluição sonora que perturba todas residencias e o equilibrio do nosso ecossistema ainda compromete a audição de quem brinca,trabalha e observa o Carnaval.Como Salvador é a cidade mais barulhenta da America Latina e seus trios viajam a mais de 110 dB durante seu percurso ignorando o direito de quem não brinca ao longo das ruas,vivemos numa terra de desordem e hipocrisia daqueles que com o microfone falam que cantam para o povo. A exemplo do Sambódromo no Rio ja passou da hora de acordarmos para os tempos modernos de respeito ao próximo,e menos a propaganda,ao dinheiro e a projeção pessoal e artística. Esses mesmos que promovem a desordem deste artistas,blocos até governantes são os mesmos que propagam a hipocrisia do respeito ao cidadão.TCHUBIRABIRON!


*Manoel Trajano é Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho
Veja mais sobre o tema em minhas postagens em http://segurancadotrabalhoedavida.blogspot.com,clicando em "Pesquisar"








Tchubirabiron
Parangolé

Olha pra frente, pra frente
Cintura, cabeça, Tchubirabirom (x4)
Eu disse, dancinha legal, todo mundo vai fazer
Nesse Carnaval, eu sei que vai ferver
Você quer, tome aí Swingueira pra mexer (2x)
Pega na cabeça e vai !!
Pra frente, pra frente
Cintura, cabeça, Tchubirabirom (x2)
Eu sei que você que,
Sei que você tá querendo ! (x4)
Pega na cintura e vaaaai !!
Pra frente, pra frente
Cintura, cabeça, Tchubirabirom (x2)
Para o swingue para galera Parango !
Olha pra frente, pra frente
Cintura, cabeça, Tchubirabirom (x2)
Eu sei que você que,
Sei que você tá querendo ! (x4)
Pega na cintura e vaaaai !!
Pra frente, pra frente
Cintura, cabeça, Tchubirabirom (x4)
TCHUBIRABIROM !
Anúncios Google

Nenhum comentário: