Páginas

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Grau de Alcoolismo (Teste Sério)

Do livro de ELISABETH BARBOSA -
AS FACES OCULTAS DO ALCOOLISMO


>
> EM TEMPOS DE LEI SECA, TEM AUMENTADO O NUMERO DE PESSOAS QUE TÊM PROCURADO OS ALCÓOLICOS ANÕNIMOS COMO FORMA DE ADMITIR E RECONHECER QUE NÃO CONSEGUEM PARAR DE BEBER(IMAGINEM COMO TEM ANDADO NOSSAS VIAS URBANAS,O RISCO ESTÁVAMOS CORRENDO E AINDA ESTAMOS POR AQUELES QUE NAO SABEM O SEU LIMITE).APESAR DO RIGOR ASSIM COMO FOI A RESISTENCIA AO USO DO CINTO DE SEGURANÇA NO INICIO,HOJE USAMOS COMO PEÇA DE ROUPA,SENTIMOS A FALTA SE NAO COLOCARMOS.
>
> OS HOSPITAIS PUBLICOS JA CHEGARAM A TER UMA REDUÇÃO DE 62% NO INDICE DE ENTRADAS(ISSO É REDUÇAO DE CUSTOS DO DINHEIRO PUBLICO NOSSO ARRECADADO EM IMPOSTOS,QUE PODE SER MELHOR UTILIZADO EM PREVENÇÃO E TRATAMENTO DE DOENÇAS E VITIMAS DE OUTROS TIPOS DE ACIDENTES).
>
> SE VOCÊ É HONESTO CONSIGO MESMO E NÃO SE SENTE INTIMIDADO EM FAZER ESTE TESTE SÉRIO(NÃO É MAIS UMA PIADA NEM BRINCADEIRA DE INTERNET) PORQUE NÃO SE AUTOCONHECER?
>
> ISTO É SER PREVENTIVO. NAO PRECISA DIZER O RESULTADO PARA NINGUEM. É PARA VOCE MESMO E SUA CONSCIENCIA.
>
> ABRAÇO
>
> Manoel Trajano
>
> Prezados amigos,
>
> Venho através desta mensagem para propor-lhes um teste interessante e que visa a reflexão e um pouco de auto-conhecimento.
> Vocês só devem responder SIM, NÃO ou SR (SEM RESPOSTA - quando não se aplicar o questionamento).
> Trata-se de um dos grandes males do atualidade e 3º Causa de morte segundo a OMS, organização mundial de Saúde,atrás de doenças cardíacas(esta também por influencia do alcoolismo). As perguntas se aplicam desde aqueles que bebem socialmente,como eu, até aqueles que bebem mais do que água,afinal é uma dos mecanismo do álcool produzir sede intensa e o bebedor o ingere pelo "prazer" do mesmo.
> Respondam com a máxima sinceridade possível, não precisa repassar nem divulgar os resultados,pois estes só lhe interessam para sua consciência.
>
>
> Boa sorte e grande abraço
>
> Manoel Andrade
>
>
>
>
>
>
> ( ) O seu desejo de beber o deixa inquieto?
>
> ( ) Apenas uma cerveja, por dia,é suficiente para deixá-lo insatisfeito?
>
> ( ) Fica intimamente agastado se alguém criticar seu programa de fim de tarde?
>
> ( ) Acha que fica melhor se bebe algumas?
>
> ( ) Fica impaciente em beber apenas uma?
>
> ( ) Fica pouco a vontade se souber que está sendo observado em seu hábito de beber?
>
> ( ) Já faltou o serviço por motivos de bebida?
>
> ( ) Evita a conversa com familiares que lhe desejam falar sobre seu hábito de beber?
>
> ( ) Desagraa-lhe as ponderações de qualquer pessoa, a respeito dos inconvenientes da bebida alcoólica?
>
> ( ) Quando bebe, procura disfarçar um pouco para não ser notado em seu hábito forte?
>
> ( ) Já aconteceu de esquecer completamente alguma coisa que fez, após uma noite bem regada a bebidas alcoólicas?
>
> ( ) Seu hábito alimentar se alterou, após adotar o hábito de beber?
>
> ( ) Já teve alguma complicação social pelo hábito de beber?
>
> ( ) Já teve algum problema físico que possa ser atribuído ao uso de bebidas alcoólicas?
>
> ( ) A bebida tem atrapalhado seu relacionamento familiar?
>
> ( ) Tem prazer em beber na parte da manhã (período anterior às 11:00 h) ?
>
> ( ) Acha que bebe mais hoje hoje , do que há 5 anos atrás?
>
> ( ) Sente leve agitação (desconforto físico e mental) que passa rápido ao tomar um drinque,uma cerveja?
>
> ( ) Se fossem retiradas todas as marcas de bebidas alcóolicas, sendo absolutamente impossível encontrá-la pelo período de 1 ano, esta notícia o deixaria alarmado?

A depender do número de respostas SIM,em menor ou maior quantidade (os parâmetros estão no livro para consulta) existirá uma maior ou menor dependência desta droga e a hora de procurar ajuda terapêutica ou até mesmo psiquiátrica.

Terça-feira, Setembro 15, 2009

CERVEJA SEM ALCÓOL

Recentemente no Brasil,mais precisamente em 2008,a Confederação Brasileira de Futebol proibiu a venda de cervejas com alcóol nos Estádios para jogos oficiais organizados por ela(Campeonato Brasileiro Séries "A" a "D",Copa do Brasil e jogos da seleção brasileira). Até um tempo atrás só a Liber era 0,0% de alcóol e assim estava registrado na latinha face a legislação vigente junto ao Ministério da Agricultura. Até antes dela a Heinecken e a Nova Schin tinham opções sem alcóol mas na latinha(que nem bula de remédio,quase ninguém lê) informava 0,5% de alcóol e sua composição e que "conforme legislação taltaltal é considerada sem alcóol). Bem,para efeitos de "bafômetro"ou tecnicamente o etilômetro acredito que uma latinha é suficiente para ficar parado na blitz e cair na lei seca,sujeito a multa pelo rigor atual. Mais recentemente foi colocada Nova Schin no lugar da Liber no Estádio de Pituaçu em Salvador, e a latinha parece que mudou de cor(era azul agora é preta). Fiquei na dúvida. Será que a Nova Schin zerou o alcóol e por opção do dono dos bares foi substitituída por ser mais saborosa perante o gosto popular ou será que ainda está com os 0,5% e não tem efeitos no etilômetro.Quem puder auxiliar comente ao final da postagem.(Não se trata de marketing e sim de informe publicitário talvez,pois só citei essas marcar por serem apenas elas disponíveis e serem uma minoria num mundo consumista e bebedor de cerveja com alcóol)
Mas independente desse impasse o que me traz aqui é outra coisa. A resistência das pessoas para com o suco de cevada e levedura sem o alcóol com a justifcativa de que "não tem graça","o bom é o efeito" ou ainda aqueles mais radicais e infelizes"bebo para ficar ruim porque se fosse para ficar bom tomava remédio"e por aí vão as "pérolas". A questão do alcóol vai muito além do gostinho que,cada um tem o seu e podem gostar ou não das marcas citadas acima.Mas a justicativa é que deixa preocupado. Quando a "Lei Seca" foi colocada na prática,alem dos indices de acidentes e entradas em hospitais que diminuiram,aumentou-se a procura nos Alcóolicos Anônimos por pessoas que reconheciam que sentiam falta da cervejinhas nos finais de semana,primeiro indício de uma possível dependência química.
Mais do que uma questão de composição química e sabor,o efeito psicológico criado pode ser devastador para quem tem que começar a parar.Ou você acha que alcóolatra em recuperação,pois é complicado falar em ex-alcóolatra.Alcoolismo é uma doença praticamente sem cura.Cada ano longe da bebida é uma batalha ganha e recaídas podem ocorrer 5,10,15 depois e vem como avalanche,potencial acumulado. Claro que ninguém vai usar mais o termo como ex-dependente ou com a familia,mas a cura total é algo arriscado de se dizer. Há varios fatores envolvidos,inclusive espirituais que não cabe aqui citar para não fugir ao foco.Apenas recomendo a leitura do livro"As faces ocultas do Alcoolismo" da Dra.Elisabeth Barbosa,inclusive copiei um teste para você fazer a si mesmo e disponibilizei no site http://ceianet.blogspot.com , nosso espaço de cidadania e conscientização que junto com o STV compõe a Rede CEIA.
Em épocas de campanha anti-tabagistas é preciso se desenvolver campanhas anti-etílicas. O beber socialmente pode ser o início da eclosão de um problema. Quem já se conhece o suficiente e quiser continuar o fazer,com responsabilidade,que o faça mas dentro de um processo esclarecedor,didático e inclusive no nosso meio de trabalho com prevenção,onde há muitos dependentes ocultos aos nossos olhos,o perigo de acidente ronda e faz subir os indicadores estatísticos.
É só uma modesta reflexão,isenta de juízo de valor,para debate,comentários e aprendizado mútuo.
Manoel Trajano,15/09/09

Fonte: http://trajanoengseg.blogspot.com/2009/09/cerveja-sem-alcool.html


Nenhum comentário: