Páginas

sexta-feira, 29 de maio de 2009

AME AMY

Alvo constante julgamentos,críticas,brincadeiras que ofuscam seu talento incontestável,nato,raro que nos faz lembrar Mick Hucknall(Simply Red) e Janis Joplin, essa branquinha de voz negra,com uma banda negra e talentosa, Amy precisa ser sempre lembrada como uma pessoa que assim como nós teve sua infância,seus problemas particulares e que assim como outros já citados aqui,por estarem expostos a mídia e no meio de fama,e seus fatores adversos,carece de pensamentos de oração,vibração positiva de nossa parte,contra a imprensa marrom e sensacionalista que se deleita com seu sofrimento com as drogas a troco de vendagem e audiencia. Que ela possa se recuperar e estar bem de novo expondo sua musicalidade que mistura jazz,soul e baladas que nos remetem a tempos de paz e áureos de décadas atrás. Sua história vai virar filme e esperamos que seja feita de forma edificante,musical e que o lado triste desta vida seja minimizado e servido de referencia para educação aos jovens e não julgamentos cujas pedras machucam quem atira.












Back to Black
Amy Winehouse
Composição: Amy Winehouse / Mark Ronson

Por: Manoel Andrade/BA

He left no time to regret
Kept his dick wet
With his same old safe bet
Me and my head high
And my tears dry
Get on without my guy
You went back to what you knew
So far removed from all that we went through
And I tread a troubled track
My odds are stacked
I'll go back to black

We only said good bye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to...

I go back to us

I love you much
It's not enough
You love blow and I love puff
And life is like a pipe
And I'm a tiny penny rolling up the walls inside

We only said good bye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to

Black, black, black, black, black, black, black
I go back to
I go back to

We only said good bye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to

We only said good bye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to black

Nenhum comentário: