Páginas

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

UMA SINGELA DECLARAÇÃO DE AMOR

Linha Do Equador
Djavan
Composição: Djavan / Caetano Veloso
Por: Manoel Andrade/BA


Luz das estrelas
Laço do infinito
Gosto tanto dela assim
Rosa amarela
Voz de todo grito
Gosto tanto dela assim

Esse imenso, desmedido amor
Vai além de seja o que for
Vai além de onde eu vou
Do que sou, minha dor
Minha Linha do Equador
Esse imenso, desmedido amor
Vai além que seja o que for
Passa mais além do

Céu de Brasília
Traço do arquiteto
Gosto tanto dela assim
Gosto de filha música de preto
Gosto tanto dela assim

Essa desmesura de paixão
É loucura de coração
Minha Foz do Iguaçu
Pólo Sul, meu azul
Luz do sentimento nu

Esse imenso, desmedido amor
Vai além que seja o que for
Vai além de onde eu vou
Do que sou, minha dor
Minha Linha do Equador

Mas é doce morrer nesse mar de lembrar
E nunca esquecer
Se eu tivesse mais alma pra dar
Eu daria, isso pra mim é viver

Um comentário:

Hannakcigana disse...

Tão singela, porque veio de dentro da alma do homem,antes do poeta pois ele coloca paixão em tudo que cria,nasceu para brilhar com luz própria,acho que nesta epóca deveria haver um grande, sincero,eterno e verdadeiro amor,no coração do DJAVAN.
Aquele que adormece, mais jamais morrer,renasce na eternidade.
Desejo um bom final de Ano para você e os seus,com carinho. ...Hannak...