Páginas

sábado, 30 de julho de 2011

FELICIDADE É TUDO,SEMPRE ANTE QUALQUER ADVERSIDADE!

Rindo à Toa
Falamansa

Tô numa boa
Tô aqui de novo
Daqui não saio
Daqui não me movo
Tenho certeza
Esse é o meu lugar
Aah Aha
Tô numa boa
Tô ficando esperto
Já não pergunto
Se isso tudo é certo
Uso esse tempo pra recomeçar
Aah Aha
Doeu, doeu, agora não dói
Não dói, não dói
Chorei, chorei
Agora não choro mais
Toda mágoa que passei
É motivo pra comemorar
Pois se não sofresse assim
Não tinha razões pra cantar
Ha ha ha ha ha
Mas eu tô rindo à toa
Não que a vida
Esteja assim tão boa
Mas um sorriso ajuda a melhorar
Aah Aha
E cantando assim
Parece que o tempo voa
Quanto mais triste
Mais bonito soa
Eu agradeço por poder cantar
Lalaiá laiá laiá Iê
Escrevi seu nome na areia
O sangue que corre em mim sai da tua veia
Veja só
Você é a única que não me da valor
Então porque será que esse valor é o que eu ainda quero ter
Tenho tudo nas mãos mais não tenho nada
Então melhor ter nada e lutar pelo que eu quiser
É mais pera aê ouço o forró tocando e muita gente aê
Não é hora pra chorar
Porém não é pecado se eu falar de amor
Se eu canto sentimento seja ele qual for
Me leve onde eu quero ir
Se quiser também pode vir
Escuta meu coração que bate no compasso
Da zabumba de paixão
É pra surdo ouvir,
Pra cego ver
Que esse xote faz milagre acontecer
É pra surdo ouvir,
Pra cego ver
Que esse xote faz milagre acontecer
É pra surdo ouvir
Pra cego ver
Que esse xote faz milagre acontecer
É pra Surdo ouvir
Pra cego ver
Falamansa faz milagre acontecer
É pra surdo ouvir
Pra cego ver
Falamansa faz milagre acontecer
É pra surdo ouvir
Pra cego ver
Que esse xote faz milagre acontecer
É pra surdo ouvir
Pra cego ver
Que esse xote faz milagre acontecer

Nenhum comentário: