Páginas

quarta-feira, 21 de julho de 2010

CLÁSSICA!

Lascia Ch'io Pianga
Edson Cordeiro
Composição: Georg Friedrich Händel



Lascia ch'io pianga
mia cruda sorte,
e che sospiri
la libertà.
Il duolo infranga
queste ritorte
de' miei martiri
sol per pietà!



Deixe que eu chore
minha sorte cruel,
que eu suspire
pela liberdade.
A dor quebra
estas cadeias
de meus martírios,
só por piedade!


"Lascia ch'io pianga" é ária da ópera Rinaldo. "Deixe que eu chore meu cruel destino e que deseje a liberdade", suplica a princesa Almirena, após ser aprisionada por uma terrível feiticeira.



Ombra Mai Fu
Edson Cordeiro
Composição: Georg Friedrich Händel


Ombra mai fù
Di vegetabile,
Cara ed amabile
Soave più.

Ombra Mai Fu (Tradução)
Ao contrário do que se espera de um tirano, o Rei Xerxes, logo na primeira ária da ópera, louva a beleza da sombra de uma árvore.


Nunca houve sombra
de uma árvore tão
querida, amável
e suave.

Nenhum comentário: